O que é Inteligência Emocional e como melhorar a sua

No artigo de hoje vamos falar sobre inteligência emocional, seus principais pilares, como melhorar os seus impulsos e porque ela é tão importante para o sucesso de qualquer pessoa, seja pessoalmente ou profissionalmente. 

Está sem tempo para ler? Roda até lá embaixo que tem esse artigo lido para você ouvir e baixar.

 

Imagina se você pudesse controlar seus sentimentos, quando está triste, nervoso, ansioso ou feliz. Pois é, na prática, sem a inteligência emocional isso é quase impossível. O que acontece de verdade é que nosso cérebro reage mais rapidamente com seu lado emocional do que racional, levando muitas vezes as pessoas a tomarem decisões precipitadas ou erradas por se basearem na emoção e não na razão.

O que é inteligência emocional?

Inteligência Emocional é a capacidade que uma pessoa tem de conhecer e administrar os seus sentimentos, de modo a manter um grande autocontrole emocional em situações adversas.

Mas porque a inteligência emocional é algo tão difícil e ao mesmo tempo tão valorizado no mercado de trabalho e no mundo dos negócios? A resposta é simples: um indivíduo com inteligência emocional tem a capacidade de administrar melhor os problemas, tomar decisões mais assertivas mesmo estando em meio ao caos ou a pressões extremas.

Por esse motivo é de crucial importância conhecer algumas técnicas e pilares da inteligência emocional e como eles pode fazer diferença na sua vida.

Pilares da inteligência emocional.

1 – Conhecer os próprios sentimentos.

Sem dúvida alguma, autoconhecer-se é o primeiro passo para o controlar os seus sentimentos e com isso melhorar sua inteligência emocional.

Uma dica é prestar atenção nas decisões que você toma quando está sobre o efeito de algum “sentimento predominante” como raiva, ansiedade ou pressão.

Após analisar sua reação a esse tipo de situação, o ideal é sempre anotar como você se sentiu na hora e entender se ter agido daquela maneira foi racional ou emocional. Se foi emocional e você agiria de outra forma se não estivesse tomado pela emoção, então tem que melhorar sua inteligência emocional.

2 – Ter empatia.

De primeiro momento, parece que a empatia não tem muita relação com inteligência emocional ou com o controle de seus sentimentos, porém, quando você passa a se colocar no lugar de outras pessoas para entender como e porque elas agem de determinada maneira, você vai começar a entender melhor não só sobre si, mas também sobre o sentimento de outras pessoas.

Uma dica bem bacana é sempre se colocar no lugar das pessoas e pensar, se eu estivesse passando pela mesma situação, como eu agiria? Fazendo isso, você exercita seu cérebro a “simular” uma situação sem estar tomado por qualquer sentimento.

Além disso, tente entender qual sentimento levou a pessoa a tomar essa determinada decisão, ter empatia com o próximo é sem dúvidas um dos pilares que mais vai ajudar você a compreender os sentimentos das pessoas como um todo.

3 – Auto motive-se

De longe esse é um dos pilares mais complicados da inteligência emocional, é muito complicado aprender a se auto motivar todos os dias, muitas vezes acordamos sem nem vontade de dar bom dia para alguém, quem dirá estar motivado para fazer alguma coisa complicada.

Duas dicas que eu aplico diariamente e que me ajudam muito quando o assunto é se motivar.

1º Dica: tenha um quadro motivacional que seja a primeira coisa que você veja quando acorde (o meu fica em cima da cabeceira da cama). Nesse quadro, coloque frases que você gosta e que te motivam, eu particularmente tenho várias que me dão um UP e um arrepio só de ler, também coloque foto das coisas que você ama e que gostaria de ter, seus objetivos mesmo! Digamos que seu sonho é ter uma casa na praia ou um carro importado… imprime a foto disso aí e coloca no seu quadro motivacional, parece bobo, mas o ato de você visualizar seus objetivos em imagens ajuda muito a criar motivação.

2º Dica: sempre tenha pelo menos um objetivo Deus. Wtf? Objetivo Deus? É isso mesmo! Esse objetivo é o seu maior de todos, é pelo que você luta, é bem aquele papo de o que faz você acordar todos os dias. Eu comecei a refletir sobre isso depois de assistir Alice no País das Maravilhas e ouvir a famosa frase: para quem não sabe aonde vai qualquer caminho serve. Em outras palavras, tenha alguma coisa que te faça encarar qualquer adversidade e mesmo que tudo esteja um caos, você ainda vai lutar por aquilo!

4 – Auto controle e calma.

Eu acredito que todo mundo já ouviu a famosa frase “a pressa é inimiga da perfeição”, inteligência emocional tem um pouco disso também. Sempre que você toma uma decisão precipitada, sem pensar, acaba agindo pelo seu sentimento predominante naquela hora. Eu entendo que muitas vezes temos que tomar decisões rápidas e em momentos de pressões, mas calma, imagina se todos os pilotos de aviões ou policiais tomassem decisões se baseando apenas por seus sentimentos?

Uma cena que representa bem isso que eu falei acima é a do filme Tropa de Elite 1, onde os policiais estão treinando para fazer incursões em favelas.

Nessa cena o Capitão Nascimento fala a seguinte frase “sem afobação, pode tá o pau quebrando e você vai fazer tudo com calma” se você quiser pode assistir essa cena clicando aqui. 

Outra reflexão que temos logo após essa cena, é que quando o soldado Neto, interpretado por Caio Junqueira, mesmo após receber as instruções, quando vai coloca-las em práticas na realidade, acaba sendo tomado pela emoção da situação e praticamente coloca a vida de todos em risco, ou seja, se tivesse inteligência emocional isso não teria acontecido.

Ou seja, inteligência emocional é uma arte que é dominada aos poucos, e só com o tempo, muito estudo e treinamento chega-se a patamares relevantes de controle dos seus sentimentos. Mas acredite, não é impossível e sem dúvidas vale a pena cada segundo se dedicando a entender tudo por trás de nossas próprias mentes.

Espero que essas dicas tenham te ajudo a entender um pouquinho mais e se interessar pelo assunto inteligência emocional e controle dos seus sentimentos.

MAIS CONTEÚDOS INCRÍVEIS PARA VOCÊ

LEIA TAMBÉM

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email